saúde Sergipe sociedade

Governo de Sergipe fornece alimentação e itens de higiene à população em situação de rua acolhida pela Prefeitura de Aracaju

Refeições produzidas pelo Restaurante Padre Pedro são entregues diariamente no abrigo provisório instalado em escola municipal

O Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (SEIAS), passou a fornecer alimentação e produtos de higiene pessoal às pessoas em situação de rua que estão abrigadas na Escola Municipal de Ensino Fundamental Freitas Brandão. Por meio do Restaurante Popular Padre Pedro, os acolhidos recebem refeições de almoço e jantar em quentinhas com embalagens e talheres descartáveis. A ação acontece em parceria com a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) que, desde a segunda-feira (30), direciona a população vulnerável para o abrigo provisório, com o objetivo de manter-lhes no distanciamento social recomendado durante a pandemia do coronavírus (COVID-19). O Estádio Sabino Ribeiro, da Associação Desportiva Confiança, também deverá ser utilizado como abrigo pela PMA.

A diretora de Assistência Social da SEIAS, Inácia Brito, afirma que a parceria com a prefeitura é de extrema importância para cumprir a missão de incluir e acolher as populações em vulnerabilidade social. “Neste momento de pandemia, nós estamos fornecendo alimentação e também material de higiene para os usuários em situação de rua que inicialmente estão sendo acolhidos na Escola Freitas Brandão, e também forneceremos aos que serão acolhidos no Estádio Sabino Ribeiro. Desde a última segunda-feira, começamos a entregar almoço e jantar para os abrigados e continuaremos fornecendo diariamente as refeições, enquanto durar o acolhimento a esses usuários pela Prefeitura de Aracaju”, explicou.

A secretária de Assistência Social de Aracaju, Simone Passos, destacou os esforços conjuntos empreendidos entre estado e município para assistir à população em situação de vulnerabilidade social diante da pandemia mundial. “Durante este período, todos os nossos recursos estão voltados à contenção da pandemia. Então, neste momento, se estreita ainda mais a nossa parceria com a SEIAS, que já é realizada há um bom tempo através de ações que desenvolvemos junto ao Centro POP, entre outras. Só temos a agradecer pela disponibilidade de toda a equipe do Governo de Sergipe em nos auxiliar num momento crítico como este”, ressaltou.

Abrigados na escola municipal, Everaldo Olavo, de 51 anos, e Valdemário de Jesus, de 40 anos, afirmam que a iniciativa mostra que as autoridades públicas estão preocupadas e olhando por essa população. “É com muita satisfação que estou recebendo as quentinhas, desde segunda-feira. Está sendo muito bom, porque assim não nos sentimos abandonados”, disse Everaldo. Valdemário considera que a ação deve ser pensada continuamente. “A comida está muito boa. Está tudo vindo certinho. Esse acolhimento é importante para nós, não só nesse momento, mas sempre”, concluiu.

De acordo com a Prefeitura de Aracaju, neste primeiro momento, a escola e o estádio do Confiança servirão de abrigo provisório para a população em situação de rua. Os primeiros grupos acolhidos na escola municipal são os considerados de risco, a exemplo de famílias, gestantes e idosos. A PMA destaca, ainda, o cumprimento ao espaçamento adequado para que as famílias não fiquem aglomeradas, respeitando o distanciamento social de, no mínimo, dois metros, bem como orientações sobre higiene pessoal, dos espaços e dos alimentos fornecidos.

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário